Domingo, 20 de Dezembro de 2009

“Matar o sonho é matarmo-nos.

É mutilar a nossa alma.

O sonho é o que temos de realmente nosso,

de impenetravelmente e inexpugnavelmente nosso.”

- Fernando Pessoa -

 


Estou: Melacólica
My Soundtrack: Tiziano Ferro - Sere Nere

publicado por Night_Angel às 22:51 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sábado, 19 de Dezembro de 2009

Leio e volto a reler.

Choro… Respiro fundo e limpo as lágrimas.

Leio, uma vez mais.

Não me canso das tuas palavras, apesar de serem tristes, porque são elas a única coisa tua que me resta. Hoje, são a minha companhia porque te quero a ti e isto é o mais próximo que consigo ter.

Já sei cada vírgula de cor, cada ponto… E a cada palavra lida é a tua voz a proferi-la que eu ouço na minha mente. E dói… dói saber o que passaste, conhecer o que sentiste e calaste para me proteger, para me poderes afagar os cabelos enquanto dormia ignorante do que estavas a sofrer.

Que tipo de pessoa fui eu para ti?

Dói-me na alma saber que me deste tudo, que foste tudo para mim e que eu não consegui responder à altura…

E por não ser o precisavas que fosse, ficaste fraco, vulnerável. Pensaste-te sozinho quando eu estava sempre do teu lado.

E caíste. Cedeste a tudo o que te fizeram de mal, sem mais forças para superares tudo sozinho.

E hoje procuras a força que te falta noutros braços que não são os meus. E quem pode, em realidade e conhecimento de causa, culpar-te? Eu não o posso fazer e nunca o farei.

Porém, também procurei algum tipo de robustez que me suportasse nesta tempestade de areia e se um dia tu foste toda a força que eu tinha em mim, hoje te digo que me ajudaste a criar uma força só minha.

Hoje estou aqui, perdida na mesma tempestade que tu, procurando-te sem te encontrar mas também sem desistir, porque esta força alimenta-se sem cessar mesmo que estejas ausente. Alimenta-se em olhares, alimenta-se em escassos minutos de conversas irrelevantes e banais, alimenta-se em memórias, em sonhos e fantasias.

Cresce.

Porque eu não quero que morra.

Cresce porque sem ela não sei o que faria nesta tempestade.

Não consigo deixar de sentir a tua falta, de preocupar como me preocupo, de sentir por ti o que sempre senti. Não consigo. Afastei-me o mais que consegui, acalmei a histeria de não te ter comigo porque sei que mereces ter a vida que escolheste sem que eu interfira…

Mas enquanto sentir o que sinto, confesso-te, vou ficar aqui. Esperando que o meu mundo volte a fazer sentido, desejando que o amor que tínhamos não se dissipe com o tempo e a distância.

[Porque não tenho forças para desistir.]

 

 


Estou: cheia de saudades
My Soundtrack: Tiziano Ferro - Te Scaterò una Foto

publicado por Night_Angel às 20:26 | link do post | comentar

MiM
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Secret #2

Secret #1

I can't deny it

[my mind is out of contro...

when words escape me

Argumentos de Loucura

Hopelessly

This is so fucking stupid...

Confessions #6

I Crave for You

arquivos

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds